Verso e Anverso, 2018/2019.

Obra comissionada para a exposição "18' Linhas Provisórias Exposição Permanente".

Trabalho site speficic realizado no Centro Municipal de Artes Hélio Oiticica (CMAHO/RJ). São colocados dois tecidos de algodão cru em um dos portões de entrada do centro. Um deles está voltado para a rua e o outro para o espaço expositivo/hall. Esse foi o único gesto que realizei no trabalho: a colocação de um espaço pictórico no lugar "entre" do institucional. Durante 4 meses, tempo total do período expositivo, o trabalho recebeu todas as possibilidades de intervenções que possam acontecer a ele nesse "entre": Inscrições de pessoas na rua, poeira, objetos guardados, entre outros. Sem nenhum tipo de inalização, o trabalho denota uma possível relação da instituição que o abriga e seu próprio entorno. Uma pintura social e processual do espaço "entre" do institucional. A construção da memória de um certo período de tempo na relação entre as pessoas e as instituições que habitam. 

Mostrar Mais