Coleção Oligopólio Cultural, 2018.

"Coleção Oligopólio cultural" é uma série de intervenções em livros sobre artistas de grande circulação e do repertório da história da arte. É realizada a inscrição "imagem meramente ilustrativa" próxima às reproduções dos trabalhos desses artistas, mesma inscrição utilizada na propaganda de produtos a fim de evitar problemas jurídicos com consumidores que se sintam lesados pelas imagens. Os livros adquirem as condições de produtos comerciais que já possuem, mas, no entanto estavam velados. 
O gesto de colocar as inscrições é o exercício de pensar o repertório da história da arte como um produto cultural e simbólico através das imagens. Uma reflexão sobre o que é propagado, quais artistas são postos em evidência, os locais de origens e outras especificidades. Dito isto, é possível pensar em um oligopólio cultural na história da arte? 
Conceito de Oligopólio na economia: "Oligopólio (do grego oligos, poucos + polens, vender) é uma forma evoluída de monopólio, no qual um grupo de organizações ou governos promovem o domínio de determinada oferta de produtos e/ou serviços. Corresponde a uma estrutura de mercado de concorrência imperfeita, no qual o mercado é controlado por um número reduzido de empresas, de tal forma que cada uma tem que considerar os comportamentos e as reações das outras quando toma decisões de mercado."